Skip navigation

Enquanto proliferam-se as crises no atual modelo de representação política, diversas iniciativas criam novas táticas de participação, resistência e ocupação. Indo da micropolítica cotidiana à incidência no âmbito institucional, cada uma destas experiências desenvolve-se a partir de diferentes conhecimentos, tecnologias e metodologias. A fim de colocá-las em diálogo e promover uma semana de imersão para o desenvolvimento de práticas e pesquisas compartilhadas, convocamos a tods interessads a enviarem projetos para o encontro de produção colaborativa Contralab:reboot.

Das manifestações de 2013 até o impeachment, o sistema político brasileiro passou do esgotamento ao colapso. Queremos repensar os mecanismos de representação, facilitar a participação pública na tomada de decisões, ampliar o acesso a informações sobre personagens e recursos públicos. Esperamos que as propostas possam ir além do que conseguimos imaginar, portanto, os temas não estão limitados a estes elencados abaixo:

  • Novas formas de mobilização, protesto e ação política;
  • Metodologias e tecnologias dos movimentos secundaristas e OcupaEscola;
  • Metodologias e tecnologias de assembleias populares, associações de moradores organizações de base;
  • Tecnologias sociais e metodologias analógicas e/ou digitais para decisão e ação coletiva;
  • Análises de dados em redes sociais voltadas à ação política;
  • Ferramentas de campanhas e mobilização online;
  • Processamento, organização e difusão de informações levantadas em vazamentos ou operações de investigação;
  • Visualização de dados e monitoramento cidadão do Diário Oficial e gastos públicos;
  • Sistemas eletrônicos para democracia direta, incluindo uso de tecnologia blockchain ;
  • Processamento de linguagem aplicado à análise de dados oficiais;
  • etc

Fonte e mais informações: http://nuvem.tk/wiki/index.php/CONTRALAB:Reboot

Inscreva-se!

Inscrições abertas até o dia 11 de junho, às 23:59. Use o formulário de inscrição: https://nuvem1.typeform.com/to/liG5LI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *