nano-CryptoFesta do Tarrafa em Floripa e CriptoFunk no Rio De Janeiro!

Dia 23/11: nano-CryptoFesta Tarrafa Edition, Florianópolis – SC

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Acontece nessa sexta no Tarrafa Hackerclube a nano-Crypto Festa. Com inicio às 18h, o evento vai contar a apresentação do Data Detox, conversa sobre conceitos básicos de comunicação segura e a exibição de dois curtas seguido de debate. Além disso, durante todo o evento estará rolando a instalação de aplicativos de comunicação mais segura como Briar e Signal e de sistemas operacionais Linux.

 

Dia 24/11: CriptoFunk, Rio de Janeiro

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

A Criptofunk acontece no dia 24 de novembro, no Complexo da Maré (Galpão Bela Maré), com atividades sobre segurança integral (digital, física e psicossocial), privacidade, violência online, criptografia, resistência, liberdade na rede e funk!

Essa é a 1ª edição do evento no Rio de Janeiro! Inspirada no movimento internacional das CryptoParties, a CripoFunk é um esforço coletivo para difundir os conceitos fundamentais de privacidade e liberdade na Internet e ampliar a adoção de práticas e ferramentas de cuidados digitais.

Seguindo a tradição da CryptoRave, que acontece em São Paulo, ao final dos debates e atividades, uma grande festa encerra o evento. A participação nas atividades é aberta mediante inscrição gratuita. A programação completa será divulgada em breve nas redes do evento no twitter e facebook.

Link para inscrição: https://tinyurl.com/criptofunk
Link do evento: https://www.facebook.com/events/277096262921177/

https://scontent.fhrk1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/45593458_2166430743580777_2615454960925540352_n.jpg?_nc_cat=107&_nc_ht=scontent.fhrk1-1.fna&oh=8a3b48905b529761bbb97a9f9f7a05e4&oe=5C7EB862

[PORTO ALEGRE] Segunda Oficina de Python – AfroPython

Um ano após a realização da sua 1ª edição e com o propósito de incluir e empoderar pessoas negras na área de TI, o AfroPython realiza mais uma oficina de programação de iniciação a Python. As inscrições estão abertas até o dia 14 de Novembro e o evento acontece no dia 24 de Novembro na Faculdade de Informática da PUCRS,  Prédio 32.

Não sabe programar e quer aprender? Sua hora chegou! O nosso workshop é super básico, qualquer pessoa que não tenha experiência com programação pode participar e aprender sobre Python e Django.

Mais sobre a iniciativa de acordo com o site do AfroPython:

O AfroPython é uma oficina de programação que tem o objetivo de incentivar a população negra nas áreas de tecnologia.

O AfroPython deseja ser uma iniciativa marcante: para quem faz e para quem participa. E queremos somente marcas positivas e felizes, já que as razões que nos unem não são tão historicamente nobres: somos a maior parte da população e não vemos esse dado refletido no mercado de trabalho, especialmente nas empresas de Tecnologia da Informação no Brasil.

https://afropython.org/

CriptoFestas de fim de ano!

Teremos agora nesses últimos meses do ano várias criptofestas para continuarmos afinando nossas alianças, aprofundando nossos conhecimentos e fortalecendo nossos objetivos, ainda mais com os tempos que virão.


Dia 07/11: Enigma Contra-vigilância, Campinas


Dia 10/11: I CriptoFesta de Recife.

https://criptofesta.org/

PROGRAMAÇÃO


Dia 23/11: nano-CriptoFesta Tarrafa Edition, Florianópolis – SC


Dia 24/11: CriptoFunk, Rio de Janeiro

A Criptofunk acontece no dia 24 de novembro, no Complexo da Maré (Galpão Bela Maré), com atividades sobre segurança integral (digital, física e psicossocial), privacidade, violência online, criptografia, resistência, liberdade na rede e funk!

Essa é a 1ª edição do evento no Rio de Janeiro! Inspirada no movimento internacional das CryptoParties, a CripoFunk é um esforço coletivo para difundir os conceitos fundamentais de privacidade e liberdade na Internet e ampliar a adoção de práticas e ferramentas de cuidados digitais.

Seguindo a tradição da CryptoRave, que acontece em São Paulo, ao final dos debates e atividades, uma grande festa encerra o evento. A participação nas atividades é aberta mediante inscrição gratuita. A programação completa será divulgada em breve nas redes do evento no twitter e facebook.

Link para inscrição: https://tinyurl.com/criptofunk
Link do evento: https://www.facebook.com/events/277096262921177/


Dia 30/11: CryptoCapivara, São José do Rio Preto.

https://we.riseup.net/cryptocapivara


Dia 01/12: Criptofesta em SP

Muita calma nessa hora. Não começou hoje e não vai acabar amanhã. Cola junto com a gente e aprenda coisas básicas que você precisa saber para se comunicar com liberdade e segurança.

São 4 horas de oficinas e palestras sobre práticas, de nível básico e intermediário, para que você consiga se comunicar sem se preocupar.

PROGRAMAÇÃO (horários ainda não confirmados)
– Palestra de abertura ♥
– Gerenciamento de senhas seguras
– Boas práticas no celular e signal
– Oficina de Tor
– Oficina de segurança e autocuidado para feministas e lgbtqis
– Install Fest: traga sua máquina (com backup feito pelo amor das deusas) e venha libertá-la! Debian e Tails 🙂
– Tumba de histórias: conversa fiada, rum & charutos; traga sua pergunta pra gente fritar em respostas ♥

Não há liberdade sem privacidade!

https://www.facebook.com/events/249212285728896


Dia 15/12: CripTRA, CriptoFesta do Alto Tramandaí – RS

https://criptra.noblogs.org/

CriptoFesta Recife

Saiu a programação da CriptoFesta de Recife que acontecerá no dia 10/11.

Programe-se para as festas de fim de ano!

Dia 23/11: nano-CriptoFesta Tarrafa Edition, Florianópolis – SC

Dia 24/11: CriptoFunk, Rio de Janeiro

Dia 30/11: CryptoCapivara, São José do Rio Preto.

https://we.riseup.net/cryptocapivara

Dia 01/12: Criptofesta em SP

Dia 15/12: CripTRA, CriptoFesta do Alto Tramandaí – RS

https://criptra.noblogs.org/

[FLORIPA] Oficina “Ferramentas Digitais para Organização Coletiva”

Na próxima quinta-feira, dia 13/set, acontece a oficina “Ferramentas digitais para organização coletiva”. Iremos apresentar e mostrar como funcionam algumas opções de ferramentas para organização coletiva que são usadas há quase duas décadas por inúmeros grupos ativistas pelo mundo. Nesse tempo, muito se melhorou em termos de segurança da comunicação, porém nossas necessidades quando estamos em coletivos, continuam as mesmas: nos comunicarmos, organizar e debater nossas ideias, compartilhar materiais e tomar decisões. Toda tecnologia possui valores codificados em sua estrutura que nós não conseguimos alterar, por mais que “usemos do nosso jeito”. Por isso recomendamos coletivos de tecnologia como Riseup ou Autistici que desenvolvem softwares a partir de valores como justiça social, privacidade e autonomia. Divulguem e apareçam!

Quando: dia 13 / set, quinta
Hora: 19h00
Local: Tarrafa Hackerspaço

Conversa sobre o livro Segurança Holística, dia 10, 19h

Quinta, dia 10, estaremos no Tarrafa HC para mais uma etapa na construção da cultura de segurança. Os tempos estão mudando e piorando: de Cambridge Analytica a perseguição de movimentos sociais, de guerra com veículos não-tripulados a algoritmos carregados de valores morais para prever “crimes” – se o seu grupo está tentando causar qualquer transformação na sociedade ou você busca expressar minimamente um pensamento crítico, então temos que começar a pensar e desenvolver uma cultura de segurança.

O Manual de Segurança Holística é um guia de treinamento em Cultura de Segurança que parte de uma compreensão “holística”, ou seja, uma abordagem que leva em conta além do impacto físico, o impacto em nossa integridade psicológica. Ele foi escrito pelo coletivo Tactical Technology, cuja tradução, nós do Mariscotron, recentemente concluímos.

Não é uma atividade técnica, mas mais propriamente política.

Divulguem e compareçam!

Lançamento do livro “Segurança Holística”
Quinta, dia 10, às 19h
No Tarrafa Hacker Clube, em Florianópolis (Arq-UFSC)

O livro foi recentemente traduzido pelo Coletivo Mariscotron e lançado na CryptoRave neste final de semana em São Paulo. Ele pode ser baixado na página da Subta.

Lançamento do livro Manual de Segurança Holística na CryptoRave 2018


Este ano estaremos presentes novamente na CryptoRave, o maior evento de criptografia do mundo! Dessa vez, lançaremos o Manual de Segurança Holística, um livro escrito pelo coletivo Tactical Technology, cuja tradução concluímos recentemente.

O livro é um guia de treinamento em Cultura de Segurança a partir de uma compreensão “holística”, ou seja, uma abordagem que leva em conta além do impacto físico, o impacto em nossa integridade psicológica.

O Manual de Segurança Holística é baseado na compreensão de que segurança é um conceito
profundamente pessoal, subjetivo e influenciado pelo gênero de cada pessoa. Quando trabalhamos
para trazer uma mudança social positiva, podemos enfrentar ameaças e ataques persistentes
que impactam nossa integridade física e psicológica, e muitas vezes afetam nossas amizades
e família. Entretanto, ter uma abordagem de segurança organizada pode nos ajudar a manter
nosso trabalho e nós mesmos ativos.

Este guia é o primeiro a adotar explicitamente uma abordagem “holística” com relação a
segurança e estratégias de proteção para defensores de direitos humanos. Resumidamente,
isso significa que ao invés de olhar separadamente para a importância de nossa segurança
digital, nosso bem-estar psicossocial e dos processos de segurança organizacionais, essa
abordagem tenta integrar tudo isso e destacar suas inter-relações.

Nessa atividade de lançamento, planejamos apresentar brevemente o conteúdo desse manual através de exemplos
de práticas e dinâmicas de treinamento e prática de cultura de segurança.

A atividade acontece no dia 5 de Maio, às 8h00 da manhã, no espaço Ian Murdock.

Além disso, estaremos presentes durante todo o evento com nossa banca de livros e zines.

Nos vemos lá!

CryptoRave 2018 – Chamado para atividades!

CRYPTORAVE 2018!

A CryptoRave 2018 ocorrerá nos dias 4 e 5 de maio de 2018!
O Chamado para Atividades já está rolando e encerrá dia 24 de março!

Envie a sua proposta pelo site:
https://cpa.cryptorave.org/pt-BR/cr2018/cfp/session/new

* * *

A CryptoRave, maior evento de segurança e privacidade aberto e gratuito do mundo, abriu no dia 23 de janeiro as chamadas para inscrição de atividades. A 5ª edição do evento ocorrerá entre os dias 4 e 5 de maio.

Em breve abriremos a campanha de financiamento colaborativo para 2018!

Mantendo a tradição, o evento será construído de forma colaborativa, por meio de sugestões de palestras, debates, oficinas, jogos, atividades mão-na-massa e colaboração de projeto FLOSS (free/libre/open software/source).
Propostas de apresentações artísticas, instalações, exibição de filmes e shows também são MUITO bem-vindas. DJs também já podem se inscrever para tocar na festa que rolará, como nas edições anteriores, ao final do encontro. As inscrições vão até dia 24 de março, à meia-noite. Não deixe para a última hora!

Para submeter uma atividade para a CryptoRave 2018 basta criar uma conta no site:
https://cpa.cryptorave.org e, em seguida, criar um evento. Quem se inscreveu no ano passado pode usar o mesmo perfil para inscrição este ano. O preenchimento de dados pessoais como nome, sobrenome e sexo são opcionais. Basta um e-mail válido para
nos comunicarmos com a pessoa responsável pela inscrição.

Os critérios para avaliação das propostas são:
– Adequação aos temas: privacidade, segurança e criptografia
– Diversidade de gênero, geográfica e de formato
– Inovação da proposta
– Atualidade da proposta

Lembrando que não serão aceitas propostas por qualquer outro canal de comunicação da CryptoRave como Twitter e Facebook. Não há compensação financeira pelas atividades aprovadas e não serão aceitas propostas que envolvam merchandising. Nos comprometemos a oferecer infraestrutura adequada e a buscar materiais essenciais à realização da atividade, mas não exagere, funcionamos na base do financiamento coletivo e trabalho voluntário.

Dúvidas e sugestões podem ser enviadas para contato ARROBA cryptorave.org

MULHERES

Com o objetivo de garantir a diversidade, a CryptoRave mantém uma política anti-assédio e o firme compromisso de garantir um ambiente receptivo para mulheres, pessoas LGBTQ e minorias sociais. Também mantemos uma trilha para apresentar atividades relacionando segurança, privacidade, criptografia e questões de gênero. Por isso, se inscrevam!

Sugestões de temas e tópicos para as atividades:
– Análise dos últimos grande vazamento de dados, seus impactos e como se proteger
– Discriminação algorítmica
– Criptografia: do básico ao avançado. Teoria e implementações.
– Segurança para ativistas e defensores de direitos humanos.
– Segurança para cidadãos e consumidores na era da Informação.
– Gênero e Privacidade: diversidade na segurança digital.
– Denúncias e análise de violações do direito à privacidade e liberdade de expressão.
– Denúncias e análises de como governos violam a privacidade: espionagem e vigilância no Brasil e no mundo.
– Como empresas violam a privacidade: coleta de dados, lucro e direito do consumidor.
– Experiência de (contra) ofensiva: hacking, hacktivismo, hacking das coisas, fuzzing, exploits e segurança ofensiva.
– Segurança e/ou vulnerabilidades em hardware, cripto dispositivos e open hardware.
– Ciberguerra e ativismo cibernético na rede.
– Hardening de sistemas operacionais.
– Soberania computacional, descentralização e federação de redes.
– Dissidentes políticos, denunciantes e vazamentos de informações – sistemas tecnológicos e éticos.
– Sistemas eletrônicos de governos e vulnerabilidades.

VOLUNTÁRIOS

A abertura de inscrições para trabalho voluntário durante o evento – uma nobre e fundamental atividade com a qual temos muito orgulho de contar – será em abril de 2017.

E lembre-se, a realização de um evento como a CryptoRave custa caro. Para garantir que sua atividade e a própria CryptoRave aconteçam, avise a sua comunidade e estimule a colaboração com nosso financiamento coletivo.

Compartilhe:

Aberto o CHAMADO DE PROPOSTAS DE ATIVIDADES para a Cryptorave 2018 – 4 e 5 de maio: https://cpa.cryptorave.org/pt-BR/cr2018/cfp/session/newMantendo a tradição, o evento será construído de forma colaborativa, por meio de sugestões de palestras, debates, oficinas, jogos, atividades mão-na-massa e colaboração de projeto FOSS (free/libre/open software/source). Propostas de apresentações artísticas, instalações, exibição de filmes e shows também são MUITO bem-vindas. DJs também já podem se inscrever para tocar na Cryptofesta que rolará, como nas edições anteriores, ao final do encontro.As inscrições vão até dia 24 de março, à meia-noite.Não deixe para a última hora!

Posted by CryptoRave on Tuesday, January 23, 2018

https://cryptorave.org/

turboCrypto, 24/8 19h30 no tarrafa

Quinta-feira, dia 24, às 19h30 no tarrafa teremos a
Oficina Prática turboCrypto: gpg + otr!

Serão duas horas sobre o melhor da criptografia, jamais superada pela humanidade e além-mundos. Veremos primeiramente como funciona a criptografia assimétrica, para logo em seguida instalar um cliente de email e a extensão Enigmail, que lida com o protocolo GPG [1]. Descobriremos onde está nossa chave privada (ela deve ser protegida e é de nossa e somente nossa responsabilidade cuidar dela) e como gerenciar as chaves públicas de nossos pares. Na sequência, entraremos no protocolo de bate-papo XMPP e aprenderemos a usar a camada de criptografia OTR (off-the-record) [2], que serviu de base para o Signal Protocol, hoje rodado por mais de 1 bilhão de pessoas pelo mundo afora. Ambas criptografia, GPG e OTR, são protocolos de código aberto e federados, ou seja, desde a primeira linha de código eles promovem a comunicação entre diferentes servidores (descentralização) além da própria liberdade na internet.

[1] https://gnupg.org/
[2] https://otr.cypherpunks.ca/

[Oficina] Segurança Digital para Ativistas em Belo Horizonte!

Atualmente a tecnologia permeia nossas vidas: temos smartphones em nossos bolsos, smartTVs em nossas salas, câmeras de vigilância por toda a cidade, reconhecimento facial no transporte público, e redes sociais para nos conectar a isso tudo. Mais do que isso, a tecnologia media boa parte das nossas interações: nossas amizades, nossas conversas, nossos eventos, nosso consumo e até mesmo nosso ativismo.

Todos os nossos dados estão expostos e sendo filtrados por métodos de vigilância de arrasto. Quando nos engajamos na luta para promover uma mudança social, nossos dados estão ainda mais em risco. É imprescindivel que tenhamos noções básicas de autodefesa digital e retomemos o poder de escolher o que queremos compartilhar e com quem.

Os coletivos Coisa Preta e mar1sc0tron promovem uma Oficina de Segurança Digital para Ativistas na Infoshop A Gata Preta, no sábado, 15 de julho, em Belo Horizonte. Vamos falar um pouco sobre a estrutura básica da comunicação pela internet, cultura de segurança, segurança da informação e ferramentas de autodefesa digital.

A Gata Preta fica no Edificio Maletta, na Rua da Bahia, 1148 sobreloja 35, Centro – Belo Horizonte.
A oficina inicia às 16h.
Traga seu computador e celular para instalarmos algumas das ferramentas que vamos estar apresentando.
A atividade é gratuita, mas haverá uma caixinha de colaborações espontâneas para cobrirmos os custos do evento.