Alternativas ao Google

Traduzido do projeto Me and My Shadow do Coletivo Tactical Tech.

Alternativas ao Google

Da Busca do Google ao Google Maps e o Google Docs, geralmente usamos os serviços do Google sem pensar muito sobre isso. Isso significa um montão de dados nossos indo pro google. Descubra quais serviços alternativos existem.

As alternativas apresentadas nesta página são:

  • livres e de código aberto, e não-comerciais.
  • projetadas para permitir que você tenha algum controle sobre seus dados, e fornecem melhor privacidade e segurança.
  • desenvolvidas mais ou menos independentes umas das outras, o que distribui seus dados, assim como o pode daqueles que possuem ou cuidam dos serviços.

Elas incluem JitsiMeet (chamadas e vídeo-conferências), DuckDuckGo (busca) Firefox and Tor (navegadores), Etherpad (criação textual colaborativa), Open Street Maps (mapas), e outros.

Por que usar alternativas?

Google é uma companhia comercial
Ela funciona na base do lucro. Se ela dizer que “não vende seus dados” é verdade ou não, isso é quase irrelevante. No fim das contas, o que o Google vende é a sua atenção (a propagandas e outras empresas). Para saber como melhor capturar a sua atenção, a com o quê, eles precisam coletar, armazenar e analisar tantos dados quanto for possível. O que nos leva a:

Google possui um monte de informações sobre você
O mote do Google é “Uma conta para tudo”. Quando pensamos em todos os serviços que o Google fornece – Gmail, Google Search, Youtube, Google Maps, Chrome browser tanto para o seu espertofone quanto para computador – e o quão profundamente inter-relacionados estão todos eles, é muita informação detalhada sobre você o que eles estão coletando.

Fichas digitais demais numa única aposta
Google começou apenas como um motor de busca. Desde então, foi se transformando numa das maiores e mais pderosas companhias do mundo. Seria uma boa ideia usar todos os seus serviços e deixar que uma única companhia se torne o nó central que lida com todos os seus dados?

Falta de encriptação ponta a ponta
Os produtos do Google que funcionando através do navegador – gmail, google hangouts e google talk, por exemplo – possuem de fato um nível básico de encriptação, chamado HTTPS. Isso significa que seus dados em trânsito (entre o seu aparelho e o servidor) estão protegidos de olhos externos, mas o Google ainda tem acesso a eles. Nenhum produto do Google, por padrão, possui encriptação ponta a ponta, o que protegeria seus dados inclusive do Google.

Google é uma companhia gringa
É sempre bom lembrar que o seu conteúdo e os seus dados pessoais que o Google possui estarão sujeitos às leis dos EUA.

As alternativas são viáveis?

Talvez você não se empolgue muito em trocar a conveniência do Google por uma promessa abstrata de mais controle sobre seus dados. Porém, pense assim: cada novo serviço alternativo que você usar irá prevenir que o Google adicione mais informações no perfil que ele tem de você.

Motores de Busca

Alternativas para a Busca do Google:

Duck Duck Go

Cookies: por padrão, não usa cookies
Política de Rastreamento: não rastreia e não cria perfis dos usuários
Informação pessoal: não recolhe ou armazena
Encriptação: sim, HTTPS

Searx

Cookies: por padrão, não usa cookies
Política de Rastreamento: não rastreia e não cria perfis dos usuários
Informação pessoal: não recolhe ou armazena
Encriptação: sim, HTTPS
Possuído e administrado por: La Quadrature du Net

StartPage

Cookies: não usa cookies identificadores
Política de rastreamento: não guarda o IP dos seus usuários
Informações Pessoais: não coleta ou compartilha dados pessoais
Encriptação? Sim, HTTPS
Extra: Oferece um serviço gratuito de proxy que permite navegação anônima online

Ixquick

Cookies: não usa cookies identificadores
Política de rastreamento: não guarda o IP dos seus usuários
Informações Pessoais: não coleta ou compartilha dados pessoais
Encriptação? Sim, HTTPS
Extra: Oferece um serviço gratuito de proxy que permite navegação anônima online

 

Video-conferência

Alternativas ao Google Hangout:

Jitsi Meet

Fácil de usar? Sim, vídeo-conferência no navegador
Encriptação? Sim, HTTPS
Aumentar o anonimato: Sim, Jitsi Meet não requer a criação de contas nem requere o acesso à sua lista de contatos. Funciona através da criação de um link usado apenas uma vez que pode ser compartilhado por email ou chat.
Possuída e administrada por: equipe Jitsi.

 

Navegadores

Alternativas ao Google Chrome

Firefox

Fácil de usar? Sim
Aumenta o anonimato? Não, não por padrão. Existe, entretanto, uma gama de extensões e plug-ins disponíveis para aumentar sua privacidade através de, por exemplo, bloqueio de rastreadores. Aqui estão as nossas recomendações. Você também pode customizar suas configurações padrão para administrar seus cookies e seu  histórico de navegação.
Possuída e Admiinstrada por: Mozilla

 Tor Browser

Fácil de usar? Sim
Aumenta o anonimato? Sim, o Tor browser foi criado especificamente para aumentar o seu anonimato, por esconder o seu endereço de IP e outros identificadores únicos do seu navegador. O Tor browser não inclui, por padrão, funcionalidades contra o rastreamento online nem ganha dinheiro com os dados de usuário.
Nota: Esteja atento que o uso do Tor pode levantar uma bandeira vermelha sobre a sua cabeça, então nem sempr epode ser a melhor opção para você. Mais informações sobre o Tor browser aqui.
Possuído e administrado por: projeto Tor

Edição colaborativa de textos

Alternativas ao Google Docs

Etherpad

Fácil de usar? Sim
Aumenta o anonimato? Sim; o Etherpad não exige que você crie uma conta nem exige acesso à sua lista de contatos. Funcionar através de um link único para um bloco de notas que pode ser compartilhado por email ou chat. Além disso, o bloc pode ser protegido por senha, o que evita que pessoas não autorizadas tenha acesso a ele.
Possuído e administrado por: Fundação Etherpad.

[Mais uma sugestão:

ethercalc

Fácil de usar? Sim, é só entrar no site e criar um documento.
Não necessita cadastro, é um software de código aberto e gratuito.]

Mapas

Alternativas ao Google Maps:

Open street map

Fácil de usar? Sim
Possuído e administrado por: comunidade Open Street Map, apoiada pela Fundação Open Street Ma.

Documentos compartilhados

Alternativas ao Google Drive:

OwnCloud

Fácil de usar? Não muito; você precisa rodá-lo por conta própria
Aumenta o anonimato? Sim; Since you’re hosting your cloud storage yourself, you have control over whom your data is shared with.
Encryption: Owncloud enables the encryption of files.
Owned and managed by: OwnCloud.

[Outras opções são:

syncthing

Software rodado em cada um dos seus dispositivos para fazer sincronização de arquivos. Pode-se fazer a sincronia de uma pasta, por exemplo, com outros usuários. Desenvolvido em código aberto, gratuito, encriptado, porém não é muito fácil de botar pra funcionar.

share.riseup.net

Endereço para subir e compartilhar arquivos de no máximo 50MB. Os arquivos são encriptados no navegador e somente em seguida vão para o servidor do riseup. Cada arquivos está endereçado com um link que dura uma semana. Após esse período tanto o link como o arquivo são apagados.]

 

Chat

Alternativas ao Google Talk (para telefone)

Veja a página de Aplicativos de chat alternativos sugeridos pelo Coletivo Tactical Tech.

[Em breve colocaremos nossas próprias sugestões aqui.]

 

Email

Alternativas ao Gmail [As sugestões a seguir são nossas]

Riseup.net

Fácil de usar? Sim. Acesso por Webmail ou programa de e-mail para desktop.
Possuído e administrado por: Coletivo riseup.net.
Aumenta o anonimato? Sim; além da criptografia básica de navegador (https) e de transporte (SSL), o coletivo riseup armazena todos os e-mails de forma criptografada nos seus servidores. Isso significa que nem mesmo as pessoas do coletivo tem acesso aos dados, tornando impossível a venda de suas informações para empresas ou que, no caso de uma ordem judicial, tenham algo útil para entregar para o governo. Além disso, o riseup não envia seus endereços de IP junto com suas mensagens ou armazena esses endereços nos servidores.
Permite acesso via endereço Onion? Sim.

Inventati/Autistici

Fácil de usar? Sim. Acesso por Webmail ou programa de e-mail para desktop.
Possuído e administrado por: Coletivo Autistici/Inventati.
Aumenta o anonimato? Sim; muito similar aos serviços oferecidos pelo coletivo riseup, criptografia básica de navegador e de transporte, nenhum tipo de análise ou venda do conteúdo de suas mensagens, e não armazena seu endereço de IP nos servidores.
Permite acesso via endereço Onion? Sim.

ProtonMail

Fácil de usar? Sim. Acesso apenas por Webmail ou aplicativo Android e iOS. Não permite integração com programa de e-mail para desktop.
Possuído e administrado por: Proton Technologies AG.
Aumenta o anonimato? Sim; Armazena e-mails em servidores criptografados. A única forma de descriptografar as mensagens é com a senha de usuário, que a empresa alega não armazenar. Não escaneia ou arquiva e-mails para vigilância de arrasto ou venda de informações. Não armazena endereços de IP. Oferece outras funções como envio de e-mails com tempo de expiração e criptografia simétrica. Está disponível em uma versão grátis limitada e versões pagas.
Permite acesso via endereço Onion? Sim.

 

 

[livro] Ofuscação

Saiu em 2015 um livro em inglês chamado “Obfuscation“, de Finn Btunton e Helen Nissenbaum.

O conteúdo trata de como se mover de forma mais segura no meio da vigilância. Exemplos de técnicas seriam despistar ou criar ruído, se “camuflar” digitalmente, ou então fazer umas pequenas sabotagens. A primeira parte trata de casos reais de ofuscação, não apenas digital, mas de várias áreas como radares, poker ou grampo.

Já a segunda parte vai tentar responder às seguintes perguntas: Por que a ofuscação é necessária? Podemos justificá-la? A ofuscação funciona?

Tudo isso levando em conta o contexto onde esta técnica está sendo usada: se você está agindo individualmente ou em grupo, quais são os meios de vigilância do seu adversário, sua ação é pública ou secreta ou anônima, sua escala de tempo é de curto ou médio prazo, etc.

Ainda não terminei de ler, mas já posso dizer que minha percepção sobre cultura de segurança se ampliou: ao lado da criptografia, a ofuscação parece trazer meios viáveis para as pessoas que não querem deixar de usar os serviços digitais comuns se protegerem melhor e resguardarem mais a sua privacidade.

baixe o PDF.

Obfuscation_

Boas Práticas: Lista de Emails

Seguidas vezes nos deparamos com nossos grupos tentando se comunicar por meios digitais e criando a maior bagunça. As pessoas se atravessam, não leem as mensagens e já comentam, saem postando absolutamente tudo que lhes vem na cabeça. O mal uso de um canal coletivo de comunicação é um dos principais fatores para o desgaste das relações de um grupo. Com o tempo, além das coisas não saírem com a rapidez que era esperada, as pessoas vão deixando de colaborar e lentamente vão se afastando, seja por falta de paciência ou por cansaço.

O que segue abaixo são orientações quanto ao uso das listas de discussão de um movimento social do qual participei. Tentamos resumir as principais boas práticas em quatro frases com alguns exemplos e breves propostas relacionadas a cada uma.

Estas recomendações foram produzidas pensando numa lista de emails. Porém, atualmente os grupos estão usando cada vez mais grupos de mensagens instantâneas. Mesmo assim, a partir deste material é possível derivar boas práticas para as comunicações que não passam por email.

Um acordo de boas práticas em grupo é MUITO importante e tem por objetivo obtermos mais eficiência na comunicação e manter a harmonia das discussões.

Sempre que precisar, o grupo deve revisar seus acordos.

Mote: Organize um movimento social e seja feliz – utilizando a lista! 🙂

O canal Público e o Fechado

Se o seu grupo tiver atuação pública, em geral é bastante comum e útil ter dois canais de comunicação coletiva. Um para informar pessoas interessadas sobre as ações públicas do grupo. Este canal é composto pelas pessoas que apoiam e que não necessariamente participam das reuniões. Por questões de segurança, recomenda-se não expor assuntos delicados nele pois qualquer pessoa pode estar ali.

O outro canal é aquele composto pelas pessoas mais orgânicas do grupo. É usado para tratar assuntos de organização interna, incluindo aqueles que exigem maior sigilo. Revise periodicamente quem participa deste canal e mantenha a lista segura.

Boas Práticas

1- Seja coerente com o assunto do email.

Preencha o campo assunto com poucas palavras, para resumir a mensagem. Exemplo de mau uso: [fechô galera] para falar que uma atividade está confirmada (o assunto não diz sobre o que se trata o email).

Inclua [fora de tópico] antes do assunto de uma mensagem que não tenha relação direta com a organização do grupo.

Mude o campo assunto sempre que mudar o que está sendo tratado no email. Caso você queira falar de várias coisas, mande vários emails. Será lindo!

2- Seja precis@ e diret@ ao escrever suas mensagens.

Exponha sua ideia e proponha em seguida. Lembre-se que ter ideias é bacana, mas elas sempre precisam de pessoas para encaminhá-las.

No caso de repassar à lista uma publicação ou notícia, mande o link e um trecho que sirva de resumo.

Responda um email somente depois de ler as respostas anteriores.

Envie mídias (fotos, áudios, vídeos, etc.) utilizando as ferramentas: postimage.org, dropbox, google drive, ou melhor, o blog do grupo!

3- A lista Fechada trata da organização GERAL do grupo

Exemplos do que pode interessar a todo mundo: propostas gerais, repasses de GTs, notícias relacionadas ao grupo, decisões que necessitem consenso, etc.

Resolva os assuntos do seu GT através das ferramentas de comunicação próprias do GT (celular, FB, email para algumas pessoas, telepatia, etc.)

Envie recados individuais apenas para a pessoa interessada ou GT. Exemplo de mau uso: “você é uma fofa, amiga!”.

4- Casos raros

Evite registrar por escrito qualquer atividade que possa criminalizar membros do grupo.

Caso queira sair da lista, fale com a moderadora.

Quando quiser mostrar a um contato de fora da lista um e-mail interno, copie especificamente o trecho e faça uma nova mensagem. Ao encaminhar diretamente uma mensagem, você estará expondo contatos e informações internas do grupo.

Outras infos:

* Guia de sobrevivência em listas de discussão

Dicas:

* Se você tem dificuldades para acompanhar todos os e-mails da lista, tente criar filtros e marcações. Procure num buscador como fazer isto no seu cliente de email (Thunderbird, Iceweasel, Gmail, Hotmail, Yahoo, Outlook, Ig, etc.)